Publications

Export 7 results:
Sort by: [ Author  (Desc)] Title Type Year
A B [C] D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z   [Show ALL]
R
Rocha, H. "Contribution of the analysis of the mathematical concordance to understand the teachers’ KTMT." Journal of Curriculum and Teaching. 11.8 (2022): 412-422. AbstractWebsite

Technology is recognized by its potential to promote mathematical learning. However, achieving this potential
requires the teachers to have the knowledge to integrate it properly into their practices. Several authors have intended to characterize the teachers’ knowledge and developed several models, but this approach has often been criticized by its static approach, not attending neither valuing the teachers’ practice. In this study we adopt the KTMT – Knowledge for Teaching Mathematics with Technology model, assuming the teachers’ practice as the main scenario of analysis. We focus on the options guiding the teachers’ decisions when confronted with a situation of lack of mathematical concordance while teaching functions. The situations of lack of mathematical concordance (i.e., situations where the mathematics addressed by the students is different from the one intended by the teacher) are assumed as rich and encapsulating the potential to reveal significant aspects of the teachers’ KTMT. The main goal of the study is to understand what domains of the teachers’ KTMT are highlighted in these circumstances. A qualitative methodology is adopted and one episode of one 10th grade teacher’s practice is analyzed, based on the KTMT model. The conclusions reached show the relevance of different knowledge domains, but emphasize the Mathematics and Technology Knowledge (MTK). They also raise questions about the impact of the specific technology being used on the teachers’ KTMT.

Rocha, H. Consensos e dilemas no ensino de matemática a alunos de um curso de Decoração e Pintura Cerâmica. Atas do VI Seminário Luso-Brasileiro Educação, Trabalho e Movimentos Sociais. Lisboa, Portugal: IE-UL, 2014. Abstractpaper.pdf

A Matemática é uma das áreas que integra o plano curricular dos Cursos de Educação e Formação (CEF), pelo contributo para o exercício da cidadania em sociedades democráticas e tecnologicamente avançadas, mas esta é, também, frequentemente fonte de exclusão. O programa reconhece-o e enfatiza uma aprendizagem mais ligada ao concreto e à realidade. Mas reconhece também que é ao professor que compete gerir a sua implementação, dando forma às situações de aprendizagem e integrando-as de forma coerente e articulada no curso específico que os alunos frequentam. O estudo que aqui se apresenta teve como principal objectivo analisar e compreender as opções efectuadas pelo professor no decorrer das diferentes etapas da sua prática, dando atenção aos dilemas que enfrentou e às razões que valorizou na tomada de decisões. A abordagem metodológica adoptada é de natureza qualitativa e interpretativa, com a realização dum estudo de caso do professor de Matemática Aplicada dum CEF de Decoração e Pintura Cerâmica. A recolha de dados foi concretizada através de entrevistas, observação de aulas e recolha documental, sendo a análise de dados orientada pelo quadro teórico, conciliado com a interpretação destes. Nas conclusões do estudo a redução dos pré-requisitos, a preocupação em partir dos interesses dos alunos e a intenção de alargar a cultura dos alunos surgem como centrais na selecção das tarefas; enquanto o envolvimento activo dos alunos caracteriza a implementação das aulas. Os dilemas centram-se fundamentalmente na valorização relativa e aprofundamento a atribuir a cada conteúdo e na articulação entre formal e intuitivo.

Rocha, H. A calculadora gráfica no ensino das funções: implicações sobre aspectos da prática de uma professora. Actas do EIEM – Encontro de Investigação em Educação Matemática. Póvoa do Varzim, Portugal: SPIEM, 2011.
Rocha, H. "A calculadora gráfica e a utilização que delas fazemos." Educação e Matemática.112 (2011): 41-42.
C
B
Botelho, M., and H. Rocha A comunicação matemática na avaliação da resolução de problemas. Atas do ProfMat 2015. Évora, Portugal: APM, 2015. Abstractpaper.pdf

A aprendizagem dos nossos alunos é fortemente influenciada pelas caraterísticas das tarefas que lhes propomos e a resolução de problemas é frequentemente apontada como uma das tarefas com mais potencial para promover aprendizagens ricas. Mas aprender implica ser capaz de desenvolver raciocínios, de comunicar as nossas ideias e de compreender as dos outros num processo argumentativo e reflexivo. A avaliação das aprendizagens num contexto de resolução de problemas envolve assim, necessariamente como parte importante do processo, uma análise da comunicação que se estabelece entre todos os envolvidos.
Nesta comunicação iremos focar-nos precisamente na comunicação que se estabelece durante a resolução de problemas, abordando as dificuldades dos alunos e dando atenção à interpretação que fazem do enunciado, à compreensão que manifestam das figuras apresentadas, à relação que conseguem estabelecer entre a situação em causa e a informação disponibilizada através de um gráfico, à forma como conseguem explicitar o seu raciocínio e à linguagem matemática que utilizam no decurso do processo de argumentação. Para tal vamos basear-nos num conjunto de problemas propostos a alunos do 10.º ano de escolaridade no decorrer do estudo de funções.

Botelho, M. C., and H. Rocha Conceptualizações do conhecimento do professor para a integração da tecnologia no ensino da matemática. XVI Congresso Internacional Galego-Portugués de Psicopedagogia. Braga, Portugal, 2021. Abstract

The potential of technology for teaching and learning mathematics has been widely recognized. However, research has shown that the integration of technology into teaching practice has proved to be difficult, with teachers' knowledge and professional development being identified as a determinant factor. Although there tends to be a focus on the teacher's knowledge of technology, the literature suggests that attention needs to be given to how to integrate technology into teaching practice, thereby involving other types of knowledge. This awareness has led several authors, inspired by Shulman's work, to develop models or conceptualizations of the knowledge required for effective integration of technology.
This study is based on a literature review of the research conducted on the models TPACK - Technological Pedagogical and Content Knowledge, KTMT - Knowledge for Teaching Mathematics with Technology, and PTK/MPTK - Mathematical Pedagogical Technology Knowledge and aims to carry out an analysis of the similarities and differences between the models considered. The main conclusions reached suggest the existence of a common basis for the models considered, but also point to several differences between them, with some highlighting the role of technology and its impact on the teaching and learning process, while others aim to integrate into the model elements based on research on technology or theories related to technology integration, such as instrumental genesis.